É mito que o Café reduz o Alzheimer?

É mito que o Café reduz o Alzheimer?

4 de março de 2019 0 Por Leonardo Machado

A pergunta: É mito que o café reduz o alzheimer? veio a mim porque vejo sempre famílias sofrendo com essa doença quando abate seus entes.

Existem muitas incertezas sobre a doença de Alzheimer, e sobre o uso da cafeína na alimentação, se é ou não saudável consumir cafeína, se em excesso faz mal, nós continuamos com o objetivo de simplificar o jeito de como fazer café, e como ele pode ajudar no dia a dia.

As pessoas que bebem 3 a 5 xícaras de café têm 20 por cento menos risco de desenvolver Alzheimer, é um índice bem alto segundo a pesquisa divulgada em Glasgow no Congresso Europeu de Alzheimer em 2014.

O maior estudo sobre o tema foi realizado em 2009, na ocasião os cientistas descobriram que homens e mulheres de meia idade, que bebiam de 3 a 5 xícaras por dia tinham menor probabilidade de adquirir a doença.

Este estudo foi realizado com 1.409 pessoas na Finlândia, e acompanhou por duas décadas pessoas de idade que variavam de 40 a 50 anos, e a conclusão foi feita quando estas pessoas estavam com 60 e 70 anos.

As pesquisas não são conclusivas, mas sinaliza essas reduções de índices ocorrem porque a cafeína é rica em compostos antioxidantes chamados polifenóis, que reduz a inflamação das células cerebrais do hipocampo e outras área críticas para a memória. Os polifenóis dão maior gama enérgica ao corpo, são encontrados em plantas e atualmente se mostram os grandes aliados da boa saúde.

O estudo observou que, o consumo de café especial aliado a uma alimentação rica em consumo de vinho, peixes, grãos integrais e gorduras saudáveis como, o azeite de oliva e redução do açúcar potencializam os efeitos antioxidantes do café.

Este artigo publicado originalmente por Leonardo Machado, no Instagram da www.pronovacoffee.com, uma torrefação de cafés do Espirito Santo.

Gostaria de saber de você, se de alguma maneira este artigo te auxiliou para responder a pergunta, é mito que o café reduz o alzheimer?